Você sabe qual o seu valor? | Arita - Treinamento de Inteligência emocional

Você sabe qual o seu valor?

Cada um de nós, de forma única e especial, tem um diferencial. Não existe ninguém igual a nós. Somos a pessoa mais importante do mundo e o que nos diferencia de qualquer outro ser no universo são nossos valores.  Valores não têm preço, são inegociáveis. Seu valor é aquilo que você tem de mais precioso. Nada no mundo pode ser mais importante do que você e seus valores. É você em primeiro lugar!  Mas, afinal, o que são os valores? São os princípios, a moral, a fé, as atitudes. Parece óbvio para muita gente, mas nem sempre é. Tem pessoas que passam a vida toda sem conhecer o seu verdadeiro valor, sem lapidar sua pedra preciosa. A plenitude que almejamos tanto encontrar, como um caminho certeiro para a felicidade, está intimamente ligada com o propósito, com o sentido da vida, com as trilhas cheias de significados e alinhadas com nossos valores.

Algumas palavras tem tudo a ver com valores, veja quais são elas e comece a praticar hoje mesmo:

Autoconhecimento

Parece balela, conversa fiada, mimimi positivista. A palavra caiu no gosto popular e muito se fala em autoconhecimento por aí. Mas, a coisa é séria! Não existe forma da gente descobrir nossos valores sem nos conhecer. Simples assim! Por isso, investir em meios de desvendar a nós mesmos, profundamente, é regra de ouro para quem deseja viver de acordo com seus valores e propósitos.

Autonomia

Esse outro conceito vem de duas coisas que estão totalmente interligadas: o desejo e a ação. Se queremos algo com bastante força e agimos na direção de nossos desejos temos autonomia para decidir os rumos de nossa própria vida. Aí reside grande avanço na descoberta de nossos valores, já que seguimos o nosso coração e não as vontades dos outros.

Auto-Amor

Se, por um passe de mágicas, todo mundo que você conhece ou viesse a conhecer no futuro, gostasse automaticamente de você, como você seria? Simplificando: como você seria se não tivesse a necessidade de agradar a ninguém? Seria diferente? Se a resposta for positiva, é hora de rever sua conduta, afinal quando agimos para agradar o outro, necessariamente vamos ferir alguns de nossos valores. Amar a nós mesmos, em primeiro lugar, sem a necessidade de agir apenas para conseguir o amor alheio, é um bom caminho para descobrir nossos valores mais genuínos.

ARTIGOS RELACIONADOS