Entenda qual a relação entre marcas emocionais e a dificuldade em aumentar sua concentração | Arita - Treinamento de Inteligência emocional

Entenda qual a relação entre marcas emocionais e a dificuldade em aumentar sua concentração

Entenda qual a relação entre marcas emocionais e a dificuldade em aumentar sua concentração

aumentar concentração

Foco, concentração. Para uma boa parte da população, manter a concentração nas tarefas diárias é um verdadeiro desafio de superação. Seja no trabalho ou durante os estudos, ter foco e se concentrar para realizar algo pode ser bem complicado, um real transtorno, principalmente se a pessoa carrega marcas emocionais profundas. Porém, aumentar a concentração é possível a partir da identificação do problema.

É preciso racionalizar, compreender que a falta de concentração é um problema que está afetando suas relações pessoais e profissionais. No trabalho, por exemplo, quantas oportunidades de crescimento não podem ser (e são) desperdiçadas por pura e total falta de concentração? Ficar atento aos detalhes do dia a dia é essencial para passar uma imagem mais confiante aos superiores e, com isso, aumentar as chances de crescimento na carreira.

Mas afinal de contas, qual a ligação entre a concentração e as emoções?

Problemas emocionais podem levar, inconscientemente, à falta de concentração. É um mecanismo de defesa muito ligado à insegurança, por exemplo. Quando não temos confiança em realizar uma importante tarefa no trabalho, ou assumir um importante compromisso pessoal, desviamos o foco e não nos concentramos como deveríamos para chegarmos ao sucesso. Isso acontece, na maioria dos casos, de forma involuntária.

Nesta linha, aumentar a concentração é algo que depende diretamente das emoções, ou melhor dizendo, do controle emocional. Quando a insegurança dá lugar para a confiança, a concentração aumenta porque nos sentimos capazes de realizar o que precisa ser realizado. Não há mais espaço para desconfiança e sabotagem. Nosso cérebro se condiciona a aceitar o desafio, organizá-lo e executá-lo com frieza e máximo de assertividade possível.

Aumentar a concentração: dicas para colocar em prática hoje mesmo

  1. Procure ajuda especializada: após compreender que há um problema, o primeiro passo é procurar uma ajuda profissional. A Arita Treinamento, por exemplo, trabalha com programas de inteligência emocional que contribuem diretamente para identificação de traumas e, consequentemente, superação dos mesmos. Quer saber como aumentar a concentração e crescer profissionalmente? Entre em contato hoje mesmo, clicando aqui.
  2. Reduza as redes sociais: hoje em dia é bem comum encontrarmos pessoas que não conseguem se concentrar no trabalho, mas que passam horas e mais horas por dia nas redes sociais. Conhece alguém assim? As redes sociais levam à procrastinação e tiram a pessoa de uma zona de pressão, de uma realidade onde são desafiadas e que exige concentração. No Facebook, Instagram ou YouTube (dentre várias outras), a concentração não é exigida e, quando isso acontece, nos sentimos mais relaxados.
    A dica aqui é reduzir propositalmente o uso das redes sociais. Você pode, por exemplo, não utilizar o seu smartphone durante o horário comercial. Deixe o aparelho em uma gaveta ou mesmo dentro da bolsa/mochila. Comece, aos poucos, a criar este hábito e você perceberá que a concentração no trabalho aumentará, assim como os resultados.
  3. Música sempre ajuda: ouvir música é uma ótima estratégia para aumentar a concentração, isso porque o uso de fones de ouvido elimina 99% dos ruídos externos que podem nos distrair. Dica: selecione músicas / artistas que você é fã e que não vão gerar insatisfação ou tristeza.
  4. Organize sua estação de trabalho: concentração é ligada à organização, sabia? A lógica é bem simples, na verdade. Quando você decide que precisa organizar sua mesa de trabalho ou suas gavetas dentro do escritório, por exemplo, você racionaliza aquele objetivo e se dedica única e exclusivamente a ele. E quando tal hábito se torna diário, aos poucos você passa a inserir pequenas doses de concentração em sua rotina.
  5.  Planejamento diário: outra boa alternativa para aumentar a concentração é planejar seu dia inteiro no trabalho, todos os dias. É bem simples: assim que chegar ao escritório, logo no primeiro horário, faça uma lista das tarefas mais urgentes e que precisam ser solucionadas com mais rapidez. Este é um exercício que obrigatoriamente exige sua concentração.

O que achou das dicas para aumentar a concentração? Caso tenha outras sugestões ou deseje complementar o que acabamos de compartilhar, deixe sua mensagem no campo indicado.

ARTIGOS RELACIONADOS