Como cultivar pausas | Arita - Treinamento de Inteligência emocional

Como cultivar pausas

Pausa para um café, para um cochilo, para brincar com o filho, para esticar a vista na janela. Nesses tempos malucos, que imperam a falta de tempo, a correria e a produção a todo vapor, até parece que pensar em uma pausa é brincadeira. Quem tem tempo para isso?

A verdade é que as pausas, sejam ao longo do dia ou da vida, são muito necessárias para recuperar o fôlego, rever a rota, abastecer e seguir em frente com mais alegria. Elas sugerem que cortemos os períodos em fatias, fazendo com que esse hiato seja extremamente importante. Não é à toa que a própria natureza sugere intervalos, nos dando a noite para um descanso entre um dia e outro ou no movimento natural da entressafra, quando a terra descansa e se prepara para nova plantação.

O sociólogo e filósofo italiano Domenico de Masi ficou famoso no mundo todo com seu livro “O Ócio Criativo”, no qual disserta que o ócio pode elevar as pessoas para a arte, a criatividade e a liberdade. Que é no tempo livre que podemos encontrar e desenvolver nossas potencialidades. Isso significa que ninguém mais tenha que trabalhar ou produzir coisas úteis? Não, não, pois esse ócio em excesso pode transformar-se em violência, neurose, vício e preguiça. Mas, permitir-se determinadas pausas, descansos e intervalos podem salvar o homem de doenças físicas e mentais, como a depressão, por exemplo.

Muitos de nós têm que aprender a se permitir o tempo livre e entender que isso não é demérito nenhum. A sociedade contemporânea incutiu na cabeça de muita gente um modelo, amplamente divulgado pela cultura americana, de que é necessário trabalhar, trabalhar, trabalhar. A produção a qualquer custo. E isso nos fez esquecer ou, então, a nos culparmos pelos momentos de prazer, lazer e, por que não, o ócio?

Permita-se “gastar” tempo namorando, assistindo a qualquer bobeira na televisão, apreciando uma obra de arte, brincando despretensiosamente com uma criança, sentado à varanda pensando na vida, caminhando sem rumo e sem pressa pela rua. Faça intervalos ao longo de seu dia. Certamente essas horas “gastas” te darão ganhos comprovados em vários setores de sua vida.

Lizandra Arita

Graduada em Psicologia pela Universidade Bandeirante de São Paulo e em Engenharia pela FEI, Lizandra Arita é também psicóloga Institucional e Clínica, atuando desde 1998 (22 anos) em treinamentos de autodesenvolvimento. Especialista em PNL (Programação Neuro Linguística), Hipnose e Autohipnose, Rebirthing, Psicodinâmicas, Gerenciamento de Emoções e Conflitos, Lizandra é especialista em casos de depressão, ansiedade, processos emocionais ou comportamentais, problemas de relacionamento, fobias, pânico e transtornos obsessivos compulsivos.

Entre suas especializações, Lizandra tem formação em cursos de aperfeiçoamento de Master Practitioner pela SBPNL, Disney’s Approach to Quality Service (Disney Institute), Os Segredos da Mente Milionária (T. Harv Eker), Unleash the Power Within (Anthony Robbins), Hipnose & Auto-Hipnose (Instituto AmanheSer), Formação Profissional em Renascimento (Instituto Renascimento), Rebirthing (Instituto Sinergia),Grupo Dirigido de Psicodinâmica em Negócios (Cogni MGR), The Healing Potential of Non-Ordinary States of Consciousness (Stanislav Grof), Movie Yoga – Turning Your Life into an Epic Adventure (Tav Sparks), The Adventure of Self-Discovery/A Holotropic Breathwork Experience (Stanislav Grof e Tav Sparks), Gerenciamento de Emoções e Conflitos (Cogni MGR) e Psicologia Pré e Peri Natal (ACT Institute).

ARTIGOS RELACIONADOS

Pular para a barra de ferramentas