Conheça os principais sinais de autossabotagem emocional

Autossabotagem emocional: principais sintomas e como lidar

Autossabotagem emocional: principais sintomas e como lidar

É preciso ficar de olho e combater os primeiros e principais sintomas da autossabotagem emocional que impede o crescimento pessoal e profissional

O mundo é feito de desafios e qualquer pessoa de sucesso deve superar barreiras para seguir evoluindo. Porém, quando ocorre a autossabotagem emocional, todos os planos podem ser frustrados para sempre. A gente explica: a autossabotagem emocional é o medo de correr riscos, de assumir novas responsabilidades, de sair da zona de conforto e tentar algo novo que possa representar um novo começo ou mesmo um novo caminho. Você conhece alguém assim? No post de hoje, aqui no blog da Arita Treinamentos vamos conhecer quais são os principais sintomas e também como lidar com eles. Confira!

Quais são os principais sintomas da autossabotagem emocional?

  • Recusa de novas oportunidades: a pessoa que desenvolve a autossabotagem emocional sempre recusa novas oportunidades, isso porque considera que não tem a capacidade ou a habilidade necessária para ter sucesso em uma nova empreitada.
  • Próprias necessidades: por pensar que não precisa de algo, a pessoa deixa de lado as próprias necessidades.
  • Diminuição de responsabilidade: outro sintoma claro de autossabotagem emocional é a diminuição de responsabilidade de uma determinada tarefa. A pessoa julga como menos importante um determinado ponto e posterga sua conclusão, sua ação.
  • Não finaliza projetos: por acreditar que o fracasso é iminente, a pessoa não termina seus projetos / tarefas, isso porque acredita que não conseguirá realizá-los adequadamente.
  • Transferência de responsabilidade: outro sinal forte do problema é a transferência de responsabilidades, inclusive em aspectos da vida pessoal. O que acontece é o pensamento de que a própria pessoa não sabe o que fazer da vida.

Como lidar?

  • Tenha um propósito: descubra o que te move, o que significa ter sucesso e felicidade.
  • Compreenda seu potencial: analise o que você é capaz de fazer, quais são suas habilidades e características individuais que podem ser potencializadas e evidenciadas.
  • Trace um plano: ao pensar e colocar em prática uma estratégia adequada, você conseguirá identificar obstáculos que possivelmente surgirão pelo caminho. Isso tornará mais fácil a superação de barreiras e a tomada de decisões assertivas em momentos delicados.
  • Seriedade: todas as decisões são poderosas e você deve analisá-las com seriedade, todas elas. Lembre-se que a sua atual posição de vida é fruto das decisões do passado. Nunca deixe ao acaso o que pode mudar o rumo da sua jornada.
  • Não tema o fracasso: não há pessoa na história da humanidade que tenha vivido uma vida só de vitórias, sem fracassos. As derrotas vão acontecer e o importante é você não ter medo de fracassar. Erros e derrotas podem ensinar muito mais que o sucesso, pois sempre aprendemos e evoluímos com eles.
  • Perfeição não existe: cobre-se menos. Não existe pessoa ou profissional perfeito e você precisa se concentrar em fazer o que julga ser o melhor em determinada situação. Não se concentre em ser perfeito, mas em fazer o que acha melhor.
  • Você em primeiro plano: não busque a aceitação e reconhecimento de terceiros. Você é a estrela do próprio filme que é a sua vida. Tentar agradar expectativas de terceiros é um dos principais motivadores da autossabotagem emocional.

Inteligência emocional X autossabotagem emocional

Através de treinamentos de inteligência emocional é possível potencializar as habilidades pessoais e profissionais do indivíduo para combater a autossabotagem emocional. E outra boa notícia é que você sabe que pode confiar na Arita Treinamentos, uma empresa com mais de 30 anos de know-how. Comece hoje: fale com um dos nossos especialistas.

ARTIGOS RELACIONADOS