Os principais tipos de fobias específicas, suas características e como lidar com elas | Arita - Treinamento de Inteligência emocional

Os principais tipos de fobias específicas, suas características e como lidar com elas

Os principais tipos de fobias específicas, suas características e como lidar com elas

fobias especificas

Certamente você conhece alguém com algum tipo de medo bem particular, como medo de altura ou de locais fechados, medo de aranhas ou de palhaços de circo. Os “medos” podem ser, na verdade, fobias específicas… Já ouviu ou leu algo sobre o assunto? Caso não tenha tido nenhum contato com o tema, o post de hoje é perfeito para você. Vamos conhecer quais são os tipos mais comuns de fobias, suas características e como lidar com elas.

Vamos começar pelo princípio: fobias específicas são transtornos diretamente ligados à ansiedade e, segundo estimativas recentes, atingem até 10% da população mundial. Justamente por isso não é raro encontrarmos pessoas, como amigos e familiares, com algum tipo de fobia específica. O grande problema nestes casos é que as fobias específicas podem provocar reações psicológicas e até mesmo físicas nas pessoas… Algo bem mais sério que um simples medo, não é mesmo?

Podemos classificar as fobias específicas como medos acima da média, exagerados, irracionais e que persistem por muitos e muitos anos. São fobias que têm início, normalmente, a partir de alguma situação drástica, como um trauma ou mesmo um grande susto, geralmente situações ocorridas na infância ou adolescência e que podem gerar crises intensas de ansiedade. Estas, por sua vez, podem provocar crises de pânico e seus terríveis sintomas, como suor excessivo, falta de ar, tontura, enjoos, formigamento e a reclusão social forçada.

Tipos de fobias específicas mais comuns

Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais, o DSM, as fobias são classificadas atualmente em cinco categorias:

  • Fobia de situação: medo de andar de avião, medo de altura, metrô, elevador, etc.
  • Fobia de ambiente natural: medo de tempestades, terremotos, etc.
  • Fobia de animais: medo de sapos e aranhas, por exemplo.
  • Fobia de feridas, injeções e de sangue em geral.
  • Fobias mais generalizadas, como medo de contrair doenças, medo de vomitar.

Dentro destas cinco principais categorias, estão presentes os tipos de fobias específicas mais e menos comuns. Sabe quais são? Confira as listas abaixo!

Fobias específicas comuns

  • Claustrofobia:  medo de locais fechados
  • Aracnofobia:  medo de aranhas
  • Cardiofobia:  medo de doenças do coração
  • Nictofobia:  medo da noite
  • Carcinomafobia:  medo de câncer
  • Acrofobia:  medo de altura
  • Catsaridafobia:  medo de baratas
  • Brontofobia:  medo de tempestades, trovões
  • Hematofobia:  medo de sangue
  • Necrofobia:  medo da morte

Fobias específicas raras

  • Clinofobia:  medo de camas
  • Filofobia:  medo de borboletas
  • Afefobia:  medo de ser tocado
  • Melofobia:  medo de música
  • Botanofobia:  medo de plantas
  • Sofofobia:  medo de aprender
  • Coulrofobia:  medo de palhaços
  • Tripofobia:  medo de buracos
  • Ablutofobia – medo de tomar banho ou se limpar
  • Eufobia – medo de ouvir boas notícias

Como lidar com as fobias específicas?

Importante saber que não há qualquer tipo de exame laboratorial que possa ser feito para identificar esta ou aquela fobia específica. O diagnóstico é obtido através de entrevistas com profissionais qualificados no assunto, como um psiquiatra ou psicólogo.

Os tratamentos, por sua vez, não são padronizados, não existe uma só fórmula para lidar com o problema. Eles são personalizados conforme o nível da fobia da pessoa e têm como objetivo a redução da ansiedade que gera o medo desproporcional. Além da psicoterapia, também é possível fazer uso de medicamentos como antidepressivos, betabloqueadores e sedativos, como abordagem complementar.

IMPORTANTE: qualquer tipo de medicamento deve, obrigatoriamente, ser receitado por um médico especializado, de sua confiança. A automedicação é perigosa, inclusive quando o objetivo é tratar fobias específicas.

Quer saber mais sobre fobia específica?

A Arita Treinamentos, especializada em inteligência emocional, trabalha com programas e atividades sob medida para tratar fobias específicas, sempre com efetividade e de maneira personalizada, respeitando a individualidade da pessoa e o que ela deseja alcançar. Entre em contato hoje mesmo, clicando aqui, para conhecer em detalhes como acabar de uma vez por todas com este problema.

 

ARTIGOS RELACIONADOS